Como definir o perfil do candidato ideal

Como definir o perfil do candidato ideal

Sendo um dos fatores mais importantes do recrutamento, o perfil do candidato se trata tanto de habilidades técnicas quanto de habilidades comportamentais.

A fim de garantir a maior assertividade possível no processo seletivo, é recomendado que o RH crie um perfil do candidato ideal (PCI) antes mesmo do início da atração dos candidatos.

Por que definir um perfil do candidato ideal

Através de um bom planejamento do perfil ideal do futuro colaborador, é possível entender quais são as habilidades que mais se adequam ao cargo e, principalmente, as soft skills mais demandadas.

Com isso, o processo de seleção é otimizado através de análises baseadas no PCI já definido. Um bom planejamento é essencial para o processo seletivo.

O que é necessário para definir o perfil do candidato ideal

Antes de tudo, é necessário alinhar como será o processo seletivo. É de extrema importância ter a vaga bem definida já no início do processo.

Competências técnicas

Tenha definidas as principais hard skills para o cargo. Um curso técnico, graduação, domínio de um idioma ou de um software.

Com um bom perfil técnico definido, fica mais fácil realizar a atração e a triagem dos candidatos à vaga.

Competências comportamentais

Trace as principais soft skills requisitadas pelo cargo e o peso de cada uma na decisão final. Habilidades como comunicação, criatividade, resolução de problemas e conflitos e capacidade de trabalhar em equipe são exemplos de soft skills que podem ser avaliadas em um processo seletivo.

Já não é novidade no mundo dos Recursos Humanos que avaliar apenas o currículo não é suficiente. Apesar de parecer mais simples, o desempenho do colaborador está muito além do que consta em seu currículo.

Fit cultural

Estabeleça o fit cultural ─ o alinhamento do indivíduo com os valores da cultura e missão da empresa ─ do colaborador ideal. De nada adianta ter o profissional perfeito, em aspectos técnicos e comportamentais, se ele não estiver alinhado ao propósito da empresa.

Considerando o fator cultural, é possível encontrar candidatos com maiores probabilidades de permanecer na empresa. Afinal, crenças em sintonia geram um ambiente de maior sinergia e, consequentemente, maior produtividade.

Maneiras de definir o perfil do candidato ideal

Definir o PCI é essencial para um processo seletivo mais assertivo, e há várias maneiras para chegar a um bom resultado. Uma das mais efetivas é através de um bom diagnóstico.

Uma boa maneira de realizar este diagnóstico é através de pesquisas dentro da própria empresa, verificando as competências comportamentais dos colaboradores que desempenham bem no cargo em questão. Outra forma de chegar a um bom resultado é com um diagnóstico realizado por profissionais da área de Recursos Humanos. Afinal, nada melhor que a consultoria de um especialista no assunto.

Gostou do conteúdo? Veja também nossos outros artigos no blog!

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja mais publicações como esta:

Categorias